Menu
Busca quarta, 20 de fevereiro de 2019
(37) 99964-0995
Digital Sat Telecom
Geral

Advogada acorda com garrafa introduzida na vagina após pedir carro por aplicativo

14 fevereiro 2019 - 08h15Por BHAZ

A Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Votorantim, no interior de São Paulo, investiga o caso de uma advogada que foi localizada em um terreno baldio no Parque Santos Dumont completamente nua, na segunda-feira (11). A mulher foi socorrida por uma equipe da Polícia Militar, por volta das 7h. Ela tinha uma garrafa introduzida na vagina.

De acordo com a Polícia Civil, a mulher relatou morar em Curitiba e que foi até a cidade, como faz quinzenalmente, para visitar os pais. Quando chegou à rodoviária de Sorocaba, por volta das 20h do domingo, pegou um táxi e parou em uma farmácia na avenida Nogueira Padilha.

Na sequência, a advogada pediu para que um casal de desconhecidos acionasse um motorista de aplicativo para que ela fosse até a casa dos pais, já que ficou sem bateria no celular. Ela entrou no carro e, durante o trajeto, o condutor ofereceu água. A partir de então, não se recorda do que ocorreu e só foi recobrar a consciência durante a madrugada, a cerca de três quadras do endereço em que iria desembarcar. Um idoso que passou pelo terreno baldio teria avistado a vítima e acionado o socorro junto aos policiais.

Crime é investigado pela Delegacia de Defesa da Mulher de Votorantim (Jorge Silva/Gazeta de Votorantim)

Além de estar sem as roupas, a mulher também não portava mais os documentos e os pertences que levava durante a viagem: uma mala, o celular e um notebook. A advogada foi encaminhada para o Hospital Regional de Sorocaba, onde recebeu atendimento e realizou diversos exames.

BHAZ conversou na quarta-feira (13) com a delegada que investiga o caso. Adriana de Sousa Pinto explicou que a investigação ainda está em fase preliminar e que a vítima ficou bastante abalada após o crime. “Eu tive uma primeira conversa com a vítima, mas ela não se lembra de nada. Temos muitas informações que partiram da imprensa e adotamos algumas primeiras ações”, pontua. “Pedimos, até mesmo por meio da imprensa, para que o casal que solicitou a viagem se apresente na delegacia, o que pode nos ajudar a solucionar o caso”.

A delegada ainda conta que empresas de transporte por aplicativo serão acionadas. “Vamos pedir dados de motoristas que tenham circulado pela região no horário do fato e também buscar por imagens de câmeras que possam ter registrado algo. Estamos verificando tudo”, contou.

Adriana ainda recomenda que as pessoas tenham cautela ao solicitar serviços de transporte. “É importante não solicitar que pessoas estranhas peçam as corridas, além de não consumir coisas oferecidas por estranhos. Quando a própria pessoa solicita, o sistema gera uma identificação, o que facilitaria esse trabalho de reconhecimento”, pondera. Ela ainda conta que uma nova conversa deve ser marcada com a vítima, mas que, por enquanto, o ideal é que ela descanse e tente se recuperar. “Ela não se lembra de nada. Eu não posso vitimar mais essa pessoa”, finaliza.

Publicidade

Deixe seu Comentário

CASA DE CARNES RESENDE
SACOLÃO AVENIDA

Leia Também

Araxá
Na BR-262, PRF e PM prendem quadrilha que roubou pneus de carreta no Triângulo Mineiro
Geral
Trabalhador contribuirá 40 anos para aposentar-se com 100% do salário
Campos Altos
Búfalos são furtados em fazenda próximo à cidade de Campos Altos
Geral
Relatório: como o 5G resolverá os problemas de congestionamento das redes 4G atuais
Gerais
Grupo que explora diamante ilegalmente na Canastra é alvo de ação da PF
Economia
Bolsonaro entrega a deputados proposta da reforma da Previdência
Araxá
Idoso é agredido com pauladas; suspeito foi preso pela PM, em Araxá
A PM conseguiu localizar o suspeito e realizar sua prisão; ele negou o crime, mas foi reconhecido.
Araxá
PM realiza solenidade alusiva aos 14 anos do 37º BPM em Araxá
Região
PM realiza operações policiais em comemoração aos 14 anos do 37º BPM
Geral
Procuradora diz que jovens atletas são tratados como "commodities"