Menu
Busca quinta, 22 de agosto de 2019
(37) 99964-0995
Digital Sat Telecom
Minas Gerais

Chance de rompimento de barragem leva medo a Barão de Cocais: ‘Perdemos várias noites de sono’

24 maio 2019 - 19h26Por BHAZ

Com a proximidade do término do prazo estipulado pela mineradora Vale S.A. para que ocorra o rompimento do talude norte, na cava da Mina de Gongo Soco, o clima é de apreensão e medo entre os moradores de Barão de Cocais, na região Central de Minas Gerais.

Mesmo com o sentimento que rodeia a cidade, o tenente-coronel Flávio Godinho, coordenador adjunto da Defesa Civil, busca tranquilizar a população. “O talude se movimenta diariamente e nesta manhã [sexta-feira] foi de 12 cm. Fazemos o monitoramento durante 24 horas. Estamos com todo o efetivo para dar segurança e tranquilidade aos moradores”, disse.

Godinho destacou que não há a certeza de que a barragem Sul Superior se romperá após o talude. “Isso é uma possibilidade e nós trabalhamos com o pior dos cenários”. Para treinar a população, caso a estrutura se rompa, simulados foram realizados ao longo das última semanas.

Segundo Maxwell Andrade de 31 anos, que é morador da cidade, pela terceira vez a comunidade está sob alarde. “A possibilidade de rompimento da barragem existe, com o agravante do talude. Já perdemos várias noites de sono, inclusive com o cenário que está sendo montado agora. Moro na área secundária, que seria atingida [caso tudo se rompa], onde vivem 6 mil moradores. A nosso ver, parece uma brincadeira da Vale. Entendemos os riscos, mas nada ocorreu até agora: pode ocorrer ou não”, conta.

Angústia após Brumadinho

Segundo Maxwell, a angústia teve início com a primeira evacuação dos moradores da área de autossalvamento, em 8 de fevereiro, menos de um mês após a tragédia socioambiental de Brumadinho. Cerca de 450 pessoas que viviam nos distritos de Socorro, Tabuleiro e Piteira, os três próximos à barragem, também foram retiradas de suas casas.

“Todos foram acordados no meio da noite, inclusive a gente que vive próximo ao Córrego São João. Depois, em 22 de março, houve a grande confusão do alarme ter soado, elevando o nível do risco de rompimento de Gongo Soco de 2 para 3. Tivemos acesso ao Plano de Ação de Emergência para Barragens (Paebm) e lá não estava descrita a necessidade da retirada das pessoas. Agora, estamos com essa história do talude que pode afetar a barragem. O fato é que não confiamos em nada que a Vale diz. A empresa perdeu toda sua credibilidade no país inteiro e na comunidade”, diz.

A possibilidade de que o talude não se rompa no sábado criará, conforme disse o tenente-coronel Godinho, uma “iniciação de desespero” nos moradores. “Amanhã todos vão ficar olhando a movimentação e pensando em que momento acontecerá o rompimento? Mas, e se ele não acontecer? Por isso, nós não podemos potencializar as notícias ruins na cidade. A comunidade já sofre com o atual cenário”, disse.

Godinho ainda destacou que a data divulgada pela Vale para o rompimento do talude é uma “projeção”, não uma certeza. “Pode ceder até amanhã? Pode. Como também não pode. Pode passar uma semana, porque a gente não tem uma certeza técnica de quando vai ser. O que a gente tem é uma projeção de que será até amanhã”.

O medo que ronda a cidade de que algo pior aconteça reflete na saúde das pessoas. O servidor público confirma as notícias de que pessoas estão depressivas com toda a história. “Tivemos alguns casos de tentativas de suicídio. Uma vizinha minha, de 55 anos, estava se automutilando e, depois de muito pressionarmos, a Vale fez a remoção dela ontem (quinta-feira), para um hotel. As pessoas que tiveram de deixar suas casas em fevereiro e não puderam voltar para pegar nada estão arrasadas: alguns imóveis foram saqueados e suas vidas estão sem definição até hoje”, completa.

Talude

O talude é a parede da cava, que se encontra atrás da barragem. A estrutura demonstrou uma movimentação, o que indica uma possível queda de uma rocha no interior da cava. Segundo os técnicos, não se pode precisar o tamanho exato da rocha, tão pouco quando pode acontecer.

 
 
 
 
Publicidade

Deixe seu Comentário

CASA DE CARNES RESENDE
AGROCAMPO

Leia Também

Brasil
Produção de etanol deve bater novo recorde na safra deste ano
Minas Gerais
Turma reconhece assédio moral de chefe que destratava empregada, exigia dela massagens e exibia vídeos pornográficos
Justiça
Senacom investiga coleta de dados de geolocalização pelo Google
Patos de Minas
Dono flagra ladrão trafegando em moto furtada quando seguia para registrar ocorrência
Alto Paranaíba
PC de Ibiá prende homem em Rio Paranaíba; ele é suspeito de vários furtos de gado no Alto Paranaíba
São Gotardo
Romeu Zema participa da abertura da 8ª Fenacampo, em São Gotardo
Muriaé
Garotinha de 3 anos morre vítima de meningite na Zona da Mata
Tapiraí
PM prende fazendeiro com armas após ameaças a funcionário na região do Borrachudo, município de Tapiraí
Minas Gerais
Mulher é torturada por marido em BH ao recusar se ajoelhar diante da bíblia para confessar falsa traição
Minas Gerais
Desconhecido invade casa e estupra mãe e filha; adolescente foi sufocada até desmaiar