Menu
Busca quarta, 20 de fevereiro de 2019
(37) 99964-0995
Digital Sat Telecom
Internacional

Prisão de executiva chinesa da Huawei causa mal-estar diplomático

07 dezembro 2018 - 07h44Por Agência Brasil

A prisão da  diretora financeira da empresa chinesa Huawei, Wanzhou Meng, de 46 anos, detida há quase uma semana em território canadense, foi informada com antecedência, segundo o primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau. Ele negou envolvimento de autoridades e agentes policiais do país na detenção. Para especialistas, a prisão pode levar a um novo embate entre os Estados Unidos, a China e o Canadá.

"Fomos informados do processo judicial poucos dias antes que acontecesse a detenção", disse Trudeau, em entrevista coletiva em Montreal, em alusão à prisão no último dia 1º de Wanzhou Meng, diretora financeira da Huawei e filha do fundador da companhia.

"Posso lhes assegurar que somos um país com Justiça independente e as autoridades apropriadas tomaram a decisão neste caso sem nenhuma intrusão ou interferência política", ressaltou Trudeau.

Prisão

A prisão da diretora da Huawei, de 46 anos, só foi revelada ontem (6), mas ela foi detida no sábado (1º), a pedido das autoridades americanas, para extradição aos Estados Unidos, pelo suposto crime de violar as sanções impostas por Washington ao Irã.

Após a confirmação da detenção em Vancouver, a Embaixada da China no Canadá emitiu comunicado, no qual denunciou sua detenção e advertiu que o país tomará "medidas para proteger com resolução os direitos legítimos e interesses dos cidadãos chineses".

A Embaixada da China protestou contra as autoridades americanas e canadenses. Também "exigiu que corrijam imediatamente o erro e devolvam a liberdade a Wanzhou Meng". O comunicado informou ainda que a China "se opõe com firmeza e protesta com energia contra esta ação que prejudicou gravemente os direitos humanos da vítima".

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Geng Shuang, declarou hoje que seu país "apresentou queixa formal à parte canadense e à americana, pedindo que expliquem imediatamente a razão da detenção e libertem a pessoa detida".

Publicidade

Deixe seu Comentário

CLIENTES 02
AÇAÍ SORVETE, PIZZARIA E CIA

Leia Também

Araxá
Na BR-262, PRF e PM prendem quadrilha que roubou pneus de carreta no Triângulo Mineiro
Geral
Trabalhador contribuirá 40 anos para aposentar-se com 100% do salário
Campos Altos
Búfalos são furtados em fazenda próximo à cidade de Campos Altos
Geral
Relatório: como o 5G resolverá os problemas de congestionamento das redes 4G atuais
Gerais
Grupo que explora diamante ilegalmente na Canastra é alvo de ação da PF
Economia
Bolsonaro entrega a deputados proposta da reforma da Previdência
Araxá
Idoso é agredido com pauladas; suspeito foi preso pela PM, em Araxá
A PM conseguiu localizar o suspeito e realizar sua prisão; ele negou o crime, mas foi reconhecido.
Araxá
PM realiza solenidade alusiva aos 14 anos do 37º BPM em Araxá
Região
PM realiza operações policiais em comemoração aos 14 anos do 37º BPM
Geral
Procuradora diz que jovens atletas são tratados como "commodities"