Menu
Busca domingo, 16 de junho de 2019
(37) 99964-0995
Digital Sat Telecom
Minas Gerais

Conta de luz vai ficar mais cara em Minas Gerais

Novas tarifas passam a vigorar a partir de junho. Além do reajuste para clientes da Cemig, a Aneel aprovou, nesta terça-feira (21), novos valores para as bandeiras tarifárias.

22 maio 2019 - 13h18Por G1 Minas

Mineiros das cidades que recebem energia elétrica da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) vão ter que arcar com duas mudanças no valor das contas a partir do próximo mês. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou, hoje, reajuste de 6,93% nas tarifas dos clientes residenciais. O aumento passa a vigorar a partir da próxima terça-feira (28). Além disso, os consumidores terão que lidar com as diferenças também aprovada pela Aneel nos valores das bandeiras tarifárias.

De acordo com a Aneel, o reajuste tarifário autorizado à Cemig ocorre para compensar os custos da empresa com a compra de energia. Ainda segundo a agência, a recomposição de todas as empresas distribuidoras do país é sempre feita anualmente.

Segundo a Cemig, a empresa teve uma despesa adicional de R$ 1,5 bilhão para comprar energia das termelétricas de junho do ano passado até fevereiro deste ano. A explicação seria a escassez de chuvas no período. O reajuste, afirmou a Cemig, é "para garantir o fornecimento aos clientes mineiros".

Do valor cobrado na tarifa, apenas 22% ficam na Cemig e se destinam a remunerar o investimento, cobrir a depreciação dos ativos e outros custos da empresa. Os demais 78% são utilizados para cobrir encargos setoriais (13%), tributos (30%), energia comprada (29%) e encargos de transmissão (6%).

 

 

Bandeiras tarifárias

 

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou também nesta terça-feira (21) um reajuste nos valores da bandeira tarifária amarela e da bandeira vermelha, nos patamares 1 e 2.

A bandeira amarela passou de R$1 para R$1,50 para cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. Já a bandeira vermelha patamar 1 passou de R$3 para R$4 e a bandeira vermelha patamar 2 subiu de R$5 para R$6 por 100 kWh consumidos.

A bandeira que vai vigorar no mês de junho ainda será definida no dia 31 de maio. Estes novos valores vão depender desta definição.

Publicidade

Deixe seu Comentário

Telecenter
AGROCAMPO

Leia Também

Política
Presidente do BNDES está com “cabeça a prêmio”, diz Bolsonaro
Geral
Jovem é estuprada dentro de viatura da PM em SP após militares oferecerem ‘carona’
Geral
Quina de São João pode pagar R$ 140 milhões em prêmio principal
Política
Bolsonaro pede que população cobre senadores sobre decreto de armas
Geral
Sete pessoas morrem após chuva no Grande Recife
Geral
Manifestantes voltam às ruas do país
Santa Rosa da Serra
Prefeitura Municipal de Santa Rosa da Serra informa sobre licitações
Política
Governo acaba com obrigatoriedade de simulador para tirar carteira
Geral
Mega-Sena sorteia neste sábado prêmio de R$ 115 milhões
Ibiá
Vídeo sobre ambulância que supostamente perdeu paciente na estrada não tem envolvimento com Ibiá/MG