Menu
Busca quinta, 21 de novembro de 2019
(37) 99964-0995
Farmamed novo
Geral

Detentos cultivam horta em presídio e doam alimentos para entidades

10 julho 2019 - 08h39Por Onda Sul FM

Um projeto desenvolvido pela direção do presídio de Botelhos/MG possibilita que os detentos trabalhem no cultivo de hortaliças e, enquanto aprendem uma profissão, ajudam a quem precisa: toda a produção da horta local é doada para entidades assistenciais do Sul de Minas.

Todos os dias, dezenas de caixas de verduras e legumes são entregues para creches, escolas, igrejas e asilos e também para famílias que enfrentam dificuldades financeiras cadastradas pelo Centro de Referência da Assistência Social (Cras). São beneficiadas entidades de Botelhos, Campestre/MG e Poços de Caldas/MG.
Os ingredientes ajudam a compor um prato mais saudável para os que recebem as doações. Mas, além de fornecer os nutrientes para o corpo, as hortaliças melhoram vidas antes mesmo de sair da terra.

O bom comportamento na cela é o passaporte para a oportunidade de trabalho. No terreno que fica nos fundos do presídio, os detentos começam a cultivar também os planos para uma vida diferente para quando deixarem a detenção.

O conhecimento prévio dos detentos conta muito para participar do projeto da horta. Os presos que já têm alguma habilidade com o cultivo são incentivados a ensinar o ofício aos mais novos, para que sejam substituídos depois do cumprimento da pena.
Além de repassar o que já sabem, os detentos têm a oportunidade de aprender coisas novas. Um engenheiro agrônomo foi convidado para passar um dia com os participantes do projeto para ensinar novas técnicas de adubação utilizando palha de café.

Uma das instituições que recebe as doações da horta do presídio é o asilo Lar dos Velhinhos São Vicente de Paulo, de Poços de Caldas/MG. Lá, os 100 idosos atendidos consomem, por dia, uma média de 10 quilos de verduras e legumes.
Sem as doações, todos estes alimentos precisariam ser comprados e impactariam diretamente no orçamento da instituição, como explica Kleberson José da Silva, coordenador do asilo.

No prato, as doações significam saúde. A nutricionista Josemara Paula da Silva Araújo explica que além de contribuir com a variedade de alimentos oferecidos, o fato dos alimentos doados serem orgânicos é um benefício ainda maior para os idosos.
Para entregar as doações, os funcionários das entidades têm contato direto com os detentos e o tempo entre colher as hortaliças e entregar as caixas, é suficiente para criarem laço.

Publicidade

Deixe seu Comentário

Agro KZ
SACOLÃO AVENIDA

Leia Também

Campos Altos
Família campos-altense passa por susto na BR-354
Campos Altos
Morre o ex-vereador de Campos Altos, Paulo da Olaria
Campos Altos
Comunidade campos-altense promove neste sábado leilão beneficente ao Hospital Hélio Angotti
Araxá/MG
Jovem furta cartão poupança de idoso no centro, em Araxá/MG
Mundo
Google deve oferecer conta corrente a usuários em 2020
Araxá/MG
Jovem e adolescente são detidos por tráfico de drogas em Araxá/MG
Arapuá
Motorista perde o controle direcional após aquaplanagem e sai da pista na BR-354
Geral
Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira prêmio de R$ 14,2 milhões
Seleção
Brasil vence Coreia do Sul em último jogo do ano da seleção
Educação
Notas do Enem são aceitas em cinco novas instituições portuguesas