Uberlândia/MG
14h46 24 Novembro 2021

PCMG prende um e cumpre mandados de busca e apreensão na operação “Backstage” 

Dois homens tentaram emplacar o veículo, supostamente adulterado, em Perdizes/MG.
Por Marcelo The Back - Jornalista - MTB: 0020754/MG

Uma pessoa foi presa e três mandados de busca e apreensão foram cumpridos nesta quarta-feira (24) em Uberlândia/MG na operação “Backstage” da Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) por meio das delegacias regionais de Araxá/MG e Uberlândia.

De acordo com a PCMG, durante a ação ainda foi cumprida uma ordem judicial restritiva de direitos, além da fiscalização em quatro empresas que, em tese, teriam atuado na adulteração de uma caminhonete. As investigações começaram em julho deste ano quando um empresário de Uberlândia e um policial civil tentaram emplacar a caminhonete na cidade de Perdizes/MG, supostamente adulterada. 

A polícia acredita que o empresário, atuante no comércio de peças automotivas, tenha adulterado a estrutura de uma caminhonete envolvida num acidente. O veículo era de um produtor rural e custou cerca de R$ 240 mil, porém, antes mesmo do emplacamento e a caminhonete ser segurada, ocorreu um acidente com perda total. Assim, o veículo foi comprado pelo estabelecimento comercial para retirada de peças.

Agora o empresário é investigado por, teoricamente, ter feito a troca da estrutura do veículo por outra, adulterando a originalidade. Conforme a PCMG, o processo ilícito é conhecido como troca de roupa. 

Durante as apurações, segundo a polícia, o empresário ainda apresentou nota fiscal da estrutura de uma caminhonete cinza que supostamente teria sido usada na "reforma". Os Investigadores apuraram que o veículo indicado na nota também teria se envolvido em acidente que resultou em danos na estrutura, ou seja, não teria como ser usada na reforma. A perícia descobriu que a estrutura usada no veículo adulterado era de cor branca. 

“Backstage”

A operação “Backstage” tem como objetivo apurar e coibir crimes relacionados à adulteração de automóveis. A PCMG explicou que a denominação “Backstage” se dá em razão do nome utilizado para o crime “Troca de Roupa” sendo que a tradução para a palavra inglesa seria “nos bastidores”, termo usado para preparação dos desfiles onde é realizado a troca de roupas e feitas as maquiagens.

*Entre para o grupo de WhatsApp da TV KZ e receba as notícias em seu celular clicando AQUI.

*Siga o Instagram da TV KZ clicando AQUI.

VEJA TAMBÉM

Covid-19
OMS batiza nova cepa africana como Variante de Preocupação Omicron

Decisão foi tomada por conta da grande quantidade de mutações

17h07 26 Novembro 2021
Saúde
Anvisa recebe pedido para uso emergencial de medicamento contra covid

O molnupiravir é fabricado pela empresa Merck Sharp & Dohme

16h58 26 Novembro 2021