Menu
Busca sábado, 24 de outubro de 2020
(37) 99964-0995
Ótica Rio
Perdizes/MG

PC deflagra operação que apura compras de votos, em Perdizes/MG; duas pessoas foram presas

A investigação apura também coação e ameaças.

16 outubro 2020 - 09h53Por Priscila Pedroso - TV KZ

A Polícia de Civil (PC) chefiada pelo Delegado Regional, Vitor Hugo Heisler, coordenada pelo Delegado Rafael Pereira Silva Gallo, e pelo Ministério Público Eleitoral do Estado de Minas Gerais, coordenado pela Promotora de Justiça Bárbara Francine Prette Nunes, deflagoru na manhã desta sexta-feira (16) a operação "Voto de Cabresto" que apura irregularidades nas Eleições Municipais 2020, em Perdizes/MG. 

Segundo a PC, o vice-prefeito, Vinícius Barreto, que também é alvo das investigações está foragido. Dois homens, funcionários públicos, foram presos. Eles são suspeitos de usar do poder econômico e de influência política para ocultar provas e dificultar as investigações. 

A ação visou combater um grupo criminoso responsável pela prática de inúmeros ilícitos eleitorais. Durante as investigações a PC apurou que o grupo usava a máquina pública municipal para deturpar o processo eleitoral ao coagir e induzir outros servidores, em especial funcionários comissionados, a votarem na candidatura do atual vice-prefeito de Perdizes ao cargo de prefeito.  

Foi também revelado que o vice-prefeito e seus apoiadores forneciam materiais de construção como tijolos, cimento, areia, telhas e portas para eleitores em troca de voto.   

Também foram cumpridos 15 mandados de busca e apreensão, incluindo buscas na casa de dois vereadores de Perdizes, sendo recolhidos documentos, dinheiro, aparelhos celulares e computadores utilizados no desenvolvimento das atividades ilícitas, as quais comprovadamente deturpavam o sistema eleitoral e o livre exercício do voto.  

Buscas também foram feitas na Prefeitura Municipal e na Câmara Municipal de Perdizes, e ainda em dois estabelecimentos comerciais.   

O nome da operação “Voto de Cabresto” faz referência ao mecanismo de acesso aos cargos eletivos por meio da compra de voto com a utilização da Prefeitura Municipal e ainda ao uso de coação e ameaças para que eleitores apoiem determinado candidato.  

Participaram da ação policiais civis pertencentes ao Departamento de Polícia Civil de Araxá/MG e policiais civis da Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE/PCMG).

*Errata: A TV KZ havia informado que o vice-prefeito, o qual possui um mandado de prisão em seu desfavor, tinha sido preso, no entanto, ele segue foragido.

DISK PIZZA RODRIGUES BARBOSA
BIG NUNES

Leia Também

Bambuí/MG
Jovem é preso após tentar agarrar mulher à força e mostrar órgão sexual, em Bambuí/MG
Perdizes/MG
Dois jovens e um adolescente são detidos com drogas, em Perdizes/MG
São Gotardo/MG
Mais duas mortes causadas pela Covid-19 são registradas em São Gotardo/MG
Campos Altos/MG
Secretaria Municipal de Saúde de Campos Altos/MG confirma novo caso de Covid-19
Ibiá/MG
Ibiá/MG contabiliza quatro casos do novo coronavírus e um recuperado
Araxá/MG
Queda nos leitos de UTI continua em Araxá, mas casos de Covid-19 também são confirmados
Pratinha/MG
Pratinha/MG tem mais dois casos positivos do novo coronavírus e 11 recuperados
Nova Serrana/MG
Jovem que utilizava cemitério para esconder drogas é preso por tráfico
Pará de Minas/MG
Mulher é socorrida em estado grave após capotamento na BR-262
Araxá/MG
Em Araxá, Operação Malebolge prende outra pessoa e cumpre 40 mandados de busca e apreensão